Má circulação do sangue: causas, sintomas e tratamento


Compartilhe agora!

O que você deveria saber sobre Má Circulação Do Sangue

Assim como você, milhões de pessoas no mundo sofrem de má circulação do sangue e não sabem. Muitas delas sequer procuram ajuda médica e quando vêem já é tarde demais, o que implica em complicações graves de saúde.

Principais sintomas de quem tem má circulação do sangue:

  • Dormência e formigamento nas mãos e pés
  • Mãos e pés frios
  • Inchaço das solas dos pés, tornozelos e pernas
  • Perda de memória e dificuldade de concentração
  • Problemas digestivos
  • Fadiga
  • Espasmos nas articulações e nos músculos
  • Alterações da cor da pele
  • Feridas nos pés ou pernas
  • Varizes

O tratamento para melhorar a circulação sanguínea depende das causas e muitas vezes dos problemas arteriais ou venosos de cada pessoa. É sempre recomendado visitar um médico para tratar o seu caso individualmente.

Sintomas da má circulação do sangue

A sensação de formigamento nos membros e a dor nas articulações são os principais sintomas de uma má circulação sanguínea.

Muitas vezes, os sintomas de circulação deficiente podem ser indetectáveis.

No entanto, não importa se os sintomas são óbvios ou não: o mau fluxo sanguíneo pode ser extremamente perigoso.

A seguir, são sintomas comuns de má circulação sanguínea.

Atenção: consulte sempre um médico!

1. Dormência e formigamento nas extremidades

Uma das queixas mais comuns de quem tem circulação ruim é o inchaço das mãos e pés.

Quando algo restringe o fluxo de sangue e os membros não são irrigados adequadamente, também pode-se sentir uma sensação de formigamento inconstante.

2. Mãos e pés frios

Quando o sangue não flui na velocidade normal, mãos e os pés podem parecer frios do que o restante do corpo.

3. Inchaços e edemas

Uma má circulação sanguínea pode levar ao acúmulo de líquidos em certas partes do corpo. Isto é chamado edema e ocorre muitas vezes nas pernas, tornozelos e pés.

O inchaço pode também ser um sintoma de insuficiência cardíaca. Isto pode acontecer se o coração não for capaz de garantir uma quantidade suficiente de sangue em todo o corpo.

Edemas da extremidade inferior também podem ser vistos quando a fonte de fluxo sanguíneo é obstruída nestas áreas. Com isso, a pressão aumenta e empurra o líquido dos vasos sanguíneos para o tecido circundante.

Os sintomas de edemas incluem:

  • Inchaço
  • Pele densa e branca
  • Juntas doloridas
  • Dor nas áreas afetadas

As roupas ficam mais apertadas em pessoas que apresentam inchaços e, dependendo do caso, essas roupas apertadas podem deixar marcas na pele.

4. Doenças cognitivas

A circulação sanguínea debilitada pode afetar o cérebro, levando a perda de memória e dificuldades de concentração.

Estes e outros problemas cognitivos podem ser devidos a:

  • Acidente vascular cerebral (AVC)
  • Redução da quantidade de sangue bombeado em todo o corpo
  • Alterações da pressão arterial

5. Problemas digestivos

A digestão depende do fluxo sanguíneo e a má circulação sanguínea pode estar relacionada com a gordura corporal, que pode acumular-se sobretudo no revestimento das artérias na cavidade abdominal.

Os problemas digestivos associados à diminuição do fluxo sanguíneo incluem:

  • Dores
  • Diarreia
  • Prisão de ventre
  • Cãibras

6. Fadiga

Uma circulação sanguínea deficiente afeta os níveis de energia e pode causar fadiga.

Além disso, o coração tem que bombear mais fortemente, quando a circulação sanguínea é pobre, o que pode aumentar a fadiga.

7. Espasmos, dores nas articulações e dores musculares

A circulação deficiente pode causar dor nas pernas, pés, braços e mãos.

As mãos e os pés frios podem doer ou latejar, especialmente quando começam a aquecer e o fluxo sanguíneo volta.

A circulação ruim nas pernas e braços também pode causar dor nestas áreas, incluindo os músculos da perna. Este tipo de dor nas pernas é muitas vezes pior quando sentado ou de pé por longos períodos.

Além disso, quando o sangue não circula corretamente, o oxigênio e os nutrientes não chegam aos tecidos de forma eficaz, o que pode resultar em rigidez e cãibras.

8. Alterações da cor da pele

Quando o sangue arterial atinge os tecidos do corpo de forma abaixo do ideal, a pele pode parecer pálida, roxa ou azul.

Estas áreas podem sofrer mudança na cor:

  • nariz
  • lábio
  • orelhas
  • mamilos
  • mãos
  • pés

9. Ferimentos nas pernas

A circulação deficiente tem efeito sobre a capacidade do corpo para curar, o que pode levar a ferimentos nas pernas.

Essas feridas também podem desenvolver-se quando o sangue se acumula nas veias das pernas, o que provoca inchaço sob a pele.

10. Varizes

A circulação deficiente causa a ocorrência de varizes.

As veias varicosas dificultam o retorno do sangue ao coração. Podem também resultar em sintomas como:

  • Sensação de pernas pesadas
  • dores nas pernas
  • coceira
  • inchaço
  • veias que parecem estar amarradas

As veias varicosas são comuns entre as pessoas que tendem a ficar em pé por longos períodos.

Quais são as causas de má circulação sanguínea?

Várias doenças podem levar à circulação sanguínea pobre, entre elas:

Aterosclerose

A aterosclerose é uma das causas mais comuns da má circulação sanguínea.

Ocorre quando placas se acumulam nos vasos sanguíneos, especialmente nas artérias.

Esta obstrução eventualmente diminui e endurece as artérias, eventualmente restringindo o fluxo sanguíneo.

A aterosclerose geralmente afeta as artérias do cérebro, coração, pernas e braços.

Quando a aterosclerose se desenvolve nos membros superior e inferior, esta é chamada doença arterial periférica (DAP).

Diabetes mellitus

Diabetes pode causar problemas de circulação e condições relacionadas, tais como doença arterial periférica (DAP).

Ao longo do tempo, níveis elevados de glicose no sangue podem danificar os vasos sanguíneos e causar a acumulação de placas.

É essencial para as pessoas com diabetes controlarem corretamente seus níveis de glicose, pressão arterial e colesterol, para manterem um fluxo sanguíneo saudável.

A Diabetes pode causar danos nos nervos e os níveis elevados de glicose podem levar a uma situação chamada “neuropatia diabética”. Um indivíduo nesta condição também pode ter a pressão arterial e a frequência cardíaca afetadas.

Formação de coágulos sanguíneos

Os coágulos sanguíneos podem restringir o fluxo sanguíneo aos órgãos ou tecidos. Em alguns casos, o coágulo bloqueia completamente o fluxo sanguíneo.

Coágulos sanguíneos podem ser dolorosos e podem ter consequências graves, tais como:

  • infarto
  • derrame
  • embolia numa artéria pulmonar, que danifica o pulmão.

Os coágulos sanguíneos podem se desenvolver em qualquer parte do corpo e causar distúrbios da circulação sanguínea. Se o médico conseguir diagnosticar antecipadamente, o tratamento pode ser bem sucedido.

Obesidade

A obesidade provoca sérios riscos à saúde, pois obriga o corpo a suportar um peso muito acima do ideal, especialmente quando a pessoa permanece muito tempo sentada ou em pé.

O sobrepeso também aumenta o risco de problemas de pressão arterial e varizes.

Doença de Raynaud

Esta doença comprime os vasos sanguíneos e afeta 5% a 7% da população mundial.

O estreitamento dos vasos e a restrição do fluxo sanguíneo podem causar dormência, formigamento e sensação de frio nas mãos e pés, e os efeitos podem tornar-se mais graves ao longo do tempo.

Cigarro

Fumar aumenta o risco de desenvolver doenças que causam má circulação sanguínea. Também bloqueia o fluxo sanguíneo, provoca danos nas paredes dos vasos sanguíneos e causa a formação de placas nas veias.

Estes efeitos aumentam o risco de doenças cardiovasculares, acidente vascular cerebral (AVC) e de ataque cardíaco.

Diagnóstico e tratamento

Problemas de circulação sanguínea ocorrem sob certas condições. Antes do diagnóstico, o médico irá investigar:

  • sintomas
  • fatores de risco
  • quaisquer condições relacionadas
  • histórico de saúde na família
  • resultados de exames físicos

O seu médico também irá prescrever:

  • Exames de sangue para medir taxas de açúcar (para diagnosticar diabetes)
  • Exames de sangue para detectar condições inflamatórias
  • Ultrassom ou tomografia computadorizada para examinar os vasos sanguíneos e verificar a presença de coágulos
  • Exames para verificar se tem DAP
  • Remédio para circulação

O tratamento depende dos sintomas e causas. Não se automedique, procure sempre um médico!

O que é bom para circulação sanguínea?

As seguintes mudanças de estilo de vida podem ajudar a combater problemas de circulação do sangue:

  • Parar de fumar.
  • Emagrecer
  • Ter uma alimentação saudável

Meias de compressão pode ajudar a controlar a dor e inchaço nas pernas. As meias de compressão você pode comprar pela internet.

Também é importante praticar exercícios sob orientação de um bom profissional, a fim de melhorar a circulação.

Considerações finais

Quando a má circulação sanguínea é diagnosticada a tempo por um médico fica muito mais fácil de ser tratada.

Caso o indivíduo procure tratamento tarde demais pode desenvolver complicações fatais, incluindo coágulos sanguíneos, feridas graves e infecções. Alguns casos podem levar a amputações de membros.

É essencial comunicar ao seu médico quaisquer sintomas de circulação deficiente, para receber tratamento adequado e manter um estilo de vida saudável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *